Manual criado pelo GRAIS – Grupo de Reflexão para a Avaliação de Impacto Social, em 2015, no qual são definidos conceitos e princípios de atuação por parte das empresas e fundações enquanto investidoras/financiadoras sociais, de modo a criar uma rede de recursos, validar a sustentabilidade dos projetos e negócios sociais, alavancar a criação de valor partilhado e promover a avaliação de impacto social como condição para o financiamento.

Este documento sistematiza as grandes conclusões do trabalho conjunto de partilha de conhecimento, e tem como objetivo dar o primeiro passo na construção de um cenário ético de referência na implementação da avaliação de impacto social em Portugal.

As investidoras/financiadoras sociais deverão observar os seguintes princípios de responsabilidade:

 

0/5 (0 Reviews)