A Igualdade entre mulheres e homens é, acima de tudo, uma questão de Direitos Humanos, transversal a todos os demais grupos sociais. Sendo esta a matriz de referência que orienta a intervenção, é destacada a sua articulação com a ética empresarial e a responsabilidade social. À semelhança do que sucede com a promoção de valores de proteção e sustentabilidade ambiental, a promoção da Igualdade de Género atrai ganhos para a imagem da empresa, gera competitividade, otimiza o desempenho e melhora o clima interno, ao mesmo tempo que afirma uma orientação focada na justiça social, nos Direitos Humanos e na sustentabilidade das sociedades.

Este guia, desenvolvido pela CITE – Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego, em 2016, integra, assim, oito dimensões de intervenção a ter como referência para a elaboração do plano de ação para a igualdade